O tempo passa!

O tempo passa… Cronos não dorme no ponto. Sempre foi uma divindade atenta implacável, em muitos sentidos… No entanto, num aspecto ele não consegue interferir: a sabedoria que se acumula com a passagem do tempo, é intocável por ele. Talvez seja de propósito, para que a própria divindade de Cronoa se submeta a alguma coisa […]

*V*E*R*G*O*N*H*A*

A gente vive num tempo em que não se pode mais afiançar a legitimidade de quase nada. Pelo menos, não se pode fazê-lo sem uma certa dose de cautela. A questão é que, a cada dia, a dose aumenta… Ou tem que aumentar. Acabo de ler um e-mail com uma suposta crônica do Verissimo. Claro […]

Brasília, 50 anos

As fotografias, em preto e branco, de Belo Horizonte, Dourados, Rio de Janeiro e Campinas são um total delírio. As tomadas das obras de construção da “novacap” são de uma perfeição que arrisco-me a dizer que, se fosse possível voltar no tempo, Zelito Viana o teria conseguido com essas imagens. Não tenho a certeza de […]

Pílulas

Há momentos na vida em que a gente perde muito por não ficar calado. Ou, dizendo de outra forma: o peixe morre pela boca.Literalmente! Não fosse a sedução da isca… Pois é… Nesse mundinho que a cada dia fica mais estranho e um tanto inesperado (apesar de eu ser fiel ao princípio de que “a […]

Domingo no parque

A Feira da ladra, em Lisboa; le marhé aux puces, em Paris; a Feira de Acari, no Rio de Janeiro… Em cada parte do mundo tem um nome. Em Zagreb, tem uma assim também, mas não tem nome – pelo menos, que eu saiba. A gente a conhece como a feira dos ciganos! Ela acontece […]