E agora?

E eu só queria ver uma amiga recebendo a medalha da Inconfidência. Só isso, mais nada. Mas a “repórter” abriu a bocarra para soltar impropérios, os mais variados, acompanhada por uma “professora” que, rouca, despejava toda a sua “memória” na frente das câmeras, atrapalhando o meu desejo de ver minha amiga querida, Andreia Donadon leal, receber a Medalha da Inconfidência. Parabéns Andreia!!! O fato me fez pensar na “liberdade” de expressão e na distância que ainda existe entre o desejo e o poder. Foucault, às vezes, deve se retorcer, se contorcer, no túmulo, ouvindo as barbaridades que sobre ele falam. A partir de sue pensamento, tão claro e lógico, muita bobagem vai sendo dita, escrita e “vendida” como “verdade”… Em meio a essas elucubrações (adoro essa palavrinha!) chega uma mensagem com uma suposta “resposta” ao Marcelo Tas e à Preta Gil, acerca de recente imbroglio envolvendo o Bolsonaro. Antes dessa mensagem, li uma carta atribuída ao “parlamentar” (sic!) Jean Willis, que conheci em Salvador, muito antes de se tornar uma “celebridade” (pobre cultura nacional) tendo vencido certame televisivo de gosto mais que duvidoso. Todo mundo sabe o nome. Quando o conheci, ele era como eu, mais um professor dizendo o que pensava, numa mesa redonda sobre diversidade sexual e literatura. Vai parecer conversa de velho, mas… naquele momento… Bem… Deixa isso pra lá. Depois de ler o texto do Willis, recebi a tal mensagem com a suposta resposta que reproduzo abaixo, literalmente. Sei não… O que posso dizer é que me fez pensar. Como sou adepto da polêmica, antes de mais nada, quis trazer aqui o texto. Isso não significa que o estou subscrevendo. Também não o repudio. Eu o li e gostei do tal de texto. A opinião de cada um é seu primeiro e suficiente guia para a opinião vir a ser formada. Pensem o que quiserem, mas leiam antes!

RESPOSTA
DO Sr. MARCO MAIA AO MARCELO TAS (E PRETA GIL)

Resposta interessante de um homossexual assumido, que resume o festival de baixarias a que estamos assistindo, em torno do “babado” da hora: Bolsonaro x Preta Gil. A reunião de artistas e metidos a artistas da Globo e outros defensores dos drogados e transloucados vai tentar acabar com o deputado, mas no fundo, no fundo… pensem bem… Leiam o interessante texto-resposta ao sensacionalista do CQC… e lembrem que a mídia vai tentar explorar ao máximo os dividendos que possam advir desse episódio… E se o Marcelo Tas acha inadmissível o deputado ter falado daquele jeito com essa Preta Gil, deveria achar também suas declarações abertas a respeito de ter feito sexo com mulheres e organizado surubas, já que é mãe, casada e EXIGE respeito dos outros… então calasse a boca e guardasse suas intimidades para si… mas essa merda dá dinheiro e fama…

Tenho 42 anos, sou gay, advogado e moro em Londres. Nunca sofri nenhum tipo de discriminação em virtude de minha orientação sexual. E como gay, penso que tenho alguma
autoridade nesse assunto.

Primeiramente – e já contrariando a turba – gostaria de expressar minha sincera simpatia
pelo Sr. Bolsonaro, que no fundo deve ser uma pessoa de uma doçura ímpar, apesar de suas manifestações “grosseiras e/ou politicamente incorretas”. Vou direto ao assunto. Nunca tive problemas em ser homossexual porque sou uma pessoa normal, como qualquer heterossexual. Esse negócio de viver a vida expressando diuturnamente sua sexualidade é uma doença. A sexualidade é algo que se encontra na esfera da intimidade e não diz respeito a ninguém.
Não tenho trejeitos e não aprecio quem os tem. Para mim, qualquer tipo de extremo é patológico. Minha vida é dedicada e focada em outras coisas. Outros, como doentes que são, vivem a vida focados na sexualidade. O machão grosseiro e mulherengo ou a bicha louca demonstram bem estes extremos. Qualquer tipo de pervertido ou depravado (como a Preta Gil), o
pedófilo, etc…, estão neste barco.

Nunca fui numa parada gay e jamais irei, pois para mim aquilo é um circo de horrores, uma apologia à bizarrice e à cocaína – sejam francos e falem a verdade! Hoje aplaudimos o bizarro e a perversão doentia e ainda levamos nossos filhos pra assistir. Se a parada gay realmente fosse um ato político, relembrando sua real importância histórica, muito bem caberia no
carnaval – abrindo o desfile das escolas de samba. Muito mais apropriado.

Está rolando sim, um movimento das bichas enlouquecidas, no sentido de transformar o mundo num grande puteiro-hospício gay. Eu tenho um sobrinho de 11 anos e nunca senti a necessidade de explicar para ele que o “titio é gay” – isto é uma palhaçada. As crianças devem ser educadas no sentido de respeitar o próximo e ponto. Isto engloba tudo.

Se pararmos para olhar como o mundo se encontra, temos que reconhecer que o modelo de educação que se desenvolve há décadas foi criado no sentido de deseducar e desestruturar cultural e intelectualmente as massas. Universidades por todo mundo vomitam milhões de pseudo intelectuais todos os anos, mas tudo piora a cada dia e caminhamos a passos largos para o buraco. Todos os governos do mundo conspiram contra seus próprios cidadãos e se
transformaram em grandes máfias, junto com os Bancos e as Corporações estão levando tudo, inclusive (e principalmente) nossa própria humanidade. A corrupção se alastra pelo globo e nunca vimos tantas guerras e destruições que vão desde o aspecto moral, até o material – a destruição de nosso próprio planeta.

A coisa está tão feia, mas tão feia, que somente uma intervenção “divina” é capaz de frear nossos insanos governantes e a turba alucinada. Vejam a quantidade de manifestações de OVNIS pelo mundo. O “disclosure” é iminente. 2012, como símbolo de transformação, está aí e a peneira vai passar.

Não crucifiquemos o pobre do Bolsonaro. Tenhamos o entendimento de que seu comportamento é um grito de agonia de alguém que está lá para fazer o seu papel, pois se ninguém disser um chega BEM ALTO a coisa sairá dos limites – como já está saindo. Ele é sim a expressão de milhares e milhares de pessoas, para não dizer milhões. Ele pode ser meio atrapalhado, mas não está errado não. E tenho certeza que esse blá blá blá de dar porrada no filho se for “viado” é só da boca pra fora. Ele é uma pessoa boníssima. Eu tenho certeza disso.

O mundo precisa de amor e filosofia, não de mais ódio e fanatismo.

E essa Preta Gil é o fim. Vai ser vagaba assim na pqp.

2 respostas para “E agora?”.

  1. Já me manifestei aqui com relação à pedofilia vir a se transformar, em breve, em “orientação sexual”, dada a banalidade com que vem sendo tratada na grande mídia formadora de opinião. E o fiz com medo de ser crucificada. Agora não me sinto mais um E.T., pois esse Sr. Marco Maia parece viver no mesmo planeta. Você sabe que não sou preconceituosa e nem cheia de pudores, mas ainda acho que enquanto o ‘público’ vai de mal a pior, o ‘privado’ vai a público criando tendências.
    Outro dia, um amigo meu, que tem um taxi, reclamava achar uma falta de respeito casais entrarem no seu carro – e de qualquer outro colega – e ficarem fazendo as preliminares no banco de trás. E ele não mencionou casais gays, mencionou casais, o que demontra que não se referia a qualquer orientação sexual em particular, mas a todas.
    Acho as paradas gays divertidas de ver, mas nunca fui a alguma para poder ter uma opinião a respeito.
    Para encerrar, penso que as pessoas estão carecendo urgentemente se respeitar mais e respeitar o outro. Roupa suja se lava em casa, diz o velho aforismo. Se vamos influenciar nossas crianças em suas escolhas, que sejamos capazes de transmitir valores – e não comportamentos assim ou assado. Gostei da postagem, achei-a polêmica, mas sem polêmica e/ou dialética provavelmente estaremos, dentro em pouco, usando a cabeça apenas para separar as orelhas. Beijinhos, Angela

  2. Parece que, de fato, há muitas “modificações” que andam abalando o eixo terrestrre. Será mesmo? Fico pensando se tudo isso vai ter um fim e, quem sabe, uma “era” de equilíbrio poderia vir a acontecer… O negócio é que a ganância é muita e o “lastro” raro, quase nulo…
    Boa semana, angel!
    beijinho
    😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: