Falácia

Os jornais insistem em afirmar que o reajuste para os professores universitários é de 45%. Outra insistência: o salário de R$ 17.000,00. Os mais desavisados (são tantos…) logo caem na esparrela de acreditar que somos preguiçosos ou marajás (como afirmou um famigerado Fernando, cuja esposa botocuda veio a público pedir aumento de pensão, em nome de Jesus: cheirava a mofo). Entre mortos e feridos, pelo andar da carruagem, ninguém vai se salvar e as coisas vão continuar exatamente do jeito que estão agora… Bom, depois de saber que a mulher do bicheiro foi casada com o atual suplente do senador cassado e que este, pasmem, vai continuar mamando nas tetas do erário público, candidamente, eu vou dizer que estou prontinho (saudade da Ieda) pra acreditar em Papai Noel, cegonha e coelho da Páscoa. Seguem abaixo, dois textos de um amigo querido, o Dito, que tergiversa (com inteligência, sagacidade e ironia) sobre o assunto em pauta. Espero que gostem…

Engodos oficiais

J. B. Donadon-Leal – UFOP

Associado III – ICSA

É prática comum dos governos jogar a população contra o funcionalismo público, como forma de escamotear os graves erros estruturais que inviabilizam o trabalho desse funcionalismo. Essa estratégia sórdida de jogar a população contra uma classe de funcionários públicos está sendo utilizada pelo atual governo, com a publicação, na grande mídia, de uma proposta de acordo que enfatiza um salário fictício de R$ 17.100,00 a professores titulares.

Primeiro engodo: esse salário é apenas para o ano de 2014.

Segundo engodo: o número de professores titulares nas IFES é mínimo. A UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), por exemplo, tem apenas 01 professora titular e a possibilidade de ter mais é remotíssima.

É importante que a população brasileira saiba a categoria de Professor Titular, embora apareça na lista de carreira, não faz parte da carreira. O topo da carreira é o de Professor Associado IV. Para ser professor titular, o doutor deverá prestar concurso público para esse nível exclusivo. A UFOP não tem autorização para abrir concurso para professor titular há mais de 30 anos. A única professora titular da UFOP ingressou nesse nível em outra instituição federal.

Os professores das instituições federais querem um Plano de Carreira que represente conquistas dignas ao longo da vida profissional, que permita visualizar o reconhecimento pela produção acadêmica. O que o governo oferece é uma “bolsa carreira”, isto é, um empurrão para que os professores doutores possam chegar no ano das próximas eleições presidenciais ao patamar dos salários dos motoristas de senadores e dos ascensoristas dos palácios de Brasília.

 

 

Você sabe o que é manipulação?

J. B. Donadon-Leal – UFOP

Associado III – ICSA

O governo teve uma grande vitória neste final de semana: fez o povo brasileiro crer que professor de universidade federal ganha 17 mil reais. Os jornais da Globo e o G1 agora fazem com que o povo brasileiro acredite que o “sindicato QUER que professor rejeite a proposta do governo”.

O governo, com sua proposta inescrupulosa, de migalhas anuais de reajuste, para escamotear a obrigação de negociar um Plano de Carreira justo, joga cizânia nas relações de professores com a sociedade brasileira, como se esses, ganhando 17 mil reais, formassem um sindicato que é capaz de peitar esse governo tão sério e disposto a negociar.

Você sabe o que é manipulação?

Se você vai à próxima assembleia convocada pelo comando de greve, achando que a proposta do governo é a melhor que ele pode oferecer, ou que você tem chance de ganhar 17 mil reais por mês em 2014, você é a mais recente vítima da manipulação do governo; do mesmo governo que já faz o povo acreditar que:

o Brasil pagou a dívida externa

consumir mais evita que a crise internacional chegue ao Brasil

o que importa é o domínio tecnológico e não a teoria

é preciso endurecer a lei

não é ele (governo), mas você, o responsável pela qualidade da educação

o país está no rumo certo

o REUNI e o PROUNI resolveram os problemas do ensino superior no Brasil

as cotas eliminam os preconceitos

investir em formação de cientista é dar bolsa para o doutorado no exterior

etc.. etc.. etc…

Anúncios
Postado em Sem categoria.

2 comentários sobre “Falácia

  1. O governo federal engana o povo de todos os modos possíveis. E a tal nova classe média, iludida com a capacidade de consumir produtos de qualidade duvidosa e ter acesso a educação de baixíssima qualidade em instituições privadas, acredita em tudo que se diz. Lamentavelmente, vamos para mais uma rodada eleitoreira sem qualquer perspectiva de desmame do engôdo e da sordidez que tomou conta do Brasil. Ando cansada… E olhe: nem Papai Noel, nem cegonha, nem coelhinho da páscoa querem saber de nós. Não temos qualquer credibilidade. Beijos desanimados, Angela
    http://noticiasdacozinha.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s