LET 973 – 4

Mais uma vez, mais um poema. Desta feita, as perguntas são: 1. Trata-se de um poema narrativo? Por quê? 2. Caso a resposta da primeira pergunta tenha sido positiva, o quê, no poema, sustenta esta afirmativa? Cite verso(s) do poema para exemplificar sua argumentação. 3. O que se pode dizer do “narrador” – ainda que […]

LET 973 – 3

Pode parecer estranho o fato de você ler dois poemas numa postagem supostamente dedicada à narrativa. Lembre-se de que, numa perspectiva tradicional, a Teoria da Literatura ensina que os gêneros literários eram três: lírico, épico e dramático. Ensina também que estes três gêneros se referiam à “poesia” – atenção para o fato de que esta […]

Mais uma carona…

Recebi de uma amiga, por e-mail. Selecionei, copiei e colei! Nove coisas que desaparecerão futuramente de nossas vidas.     Autoria desconhecida Interessante notar e muito verdadeiro também.  Se essas nove mudanças são boas ou más depende em parte de como nós nos adaptamos a elas.  Mas, estejamos prontos ou não, elas vão acontecer. 1. […]

Liberdade… e se…

Num impulso incontrolável, coloco aqui um trecho de um livro do Caio Fernando Abreu. A ideia não foi minha, só o impulso. Lendo o que escreveram entre ontem e hoje no Facebook (vício global), li uma postagem do Gustavo, aluno brilhante, pessoa legal, amigo, que me fez ler até o fim e daí o impulso. […]

LET 973 – 2

Para hoje, o tópico ainda é a personagem, mas numa de suas caracterizações mais tradicionais, conforme os dois verbetes abaixo. Desta feita, considere o conto de Caio Fernando Abreu, “Diálogo”, e o de Fialho de Almeida, “O funâmbulo de mármore”, ambos lidos e comentados em sala. A partir disso escreva três parágrafos. No primeiro você […]