Diário Coimbrão 4

index

E imaginar que em 1998, desci do trem na estação São Bento, no Porto e passeei a pé pela cidade, indo até Vila Nova de Gaia, fazer o tour do vinho do Porto… a pé!!! Depois de ontem esta lembrança chegar a beirar as raias do impossível.

Fui ao Porto, encontrar-me com Mário Cláudio, escritor bissexto daquela cidade quase tão fleumática quanto as cidades inglesas que ainda não conheço. Mas dizem que é assim mesmo! Fui. Desci Em Campanhã, a estação que não conheci há 16 anos.  A ruazinha em que o escritor mora é uma bucólica travessa que dá direto na estação do “metro” (aqui diz-se metro mesmo e não metrô!). Bucólica, estreita, silenciosa. Um achado para quem quer sossego como parece bem ser o caso. O escritório, aconchegante, revela a organização do escrevinhador, homem de talento e raça, com informações na ponta da língua, o sotaque do norte carregadíssimo e uma invejável verve… Adorei…

Dele ganhei dois livros: Fotobriografia de António Nobre e Estudos nobrianos. Devidamente autografados, ambos, com caneta tinteiro e direito a meu nome completo na dedicatória. Idiossincrasias da delicadeza humana. Mitologias… Como aquelas que se criam a partir de fantasias construídas pelo imaginário de cada um, quando se ouve falar um nome, quando se lê uma página, quando se sabe de um fato ou curiosidade… Foi assim, ontem. Uma surpresa agradável, temperada pela memória de mais de uma década que se dissolveu na bruma que caía constante e rala do céu portuense. Memórias… De que mais é feita a existência humana?

images

Anúncios

2 comentários sobre “Diário Coimbrão 4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s