Domingo

Está a terminar mais um dia bobo. Domingo é o dia mais bobo da semana. Isso não quer dizer que seja o pior ou o melhor dia. Não. É apenas, para mim (e minha chatice) o dia mais bobo. Não gosto de domingos. Fico olhando para minha mãe, como controle remoto da televisão na mão… “zapeando”. As aspas se justificam… Tenho preguiça dessas palavras criadas em Língua Portuguesa a partir de outras (sem muito sentido explícito em Português) em língua estrangeira. Não gosto. Uso. Porque estou vivo e porque a Língua é alguma coisa viva. Acaba-se mais um domingo. Pois olho para minha mãe com o controle remoto da televisão, zapeando, matando o tempo. Tempo que, para ela, em certa lógica de pensamento, é mais curto, menor, mais célere. Estou vinte anos atrás, mas já sinto a velocidade do encurtamento do efeito de Cronos… Assim, pensei num poeta português de quem já ouvi falar bastante, mas ainda não conheço muito: Miguel Torga. Na modorra de final do dia mais bobo da semana, termino com um poema dele.

download (1)

Quase um poema de amor (Miguel Torga, Diário V)

Há muito tempo já que não escrevo um poema
De amor.
E é o que eu sei fazer com mais delicadeza!
A nossa natureza
Lusitana
Tem essa humana
Graça
Feiticeira
De tornar de cristal
A mais sentimental
E baça
Bebedeira.

Mas ou seja que vou envelhecendo
E ninguém me deseje apaixonado,
Ou que a antiga paixão
Me mantenha calado
O coração
Num íntimo pudor,
— Há muito tempo já que não escrevo um poema
De amor.

images

Anúncios

5 comentários sobre “Domingo

  1. O domingo pra mim é quase sempre ocupado depois do almoço. Tenho ensaios com um coral da igreja, onde sou o maestro (embora longe de ser um profissional), e praticamente emenda com a noite. É um dia ocupado, porém diferente dos outros dias em que passo a frente de um computador fazendo fechamentos contábeis.

    Mas quando temos recessos, eu fico meio perdido nos domingos também. É um tédio!

    Abraços.

  2. Eurico, não tem jeito… Domingo é chato, com ou sem ocupação. Uma sopa de tédio. Não gosto, em definitivo. Nem sei explicar porque… Simplesmente, não gosto. Vai ver é chatice congênita… Abraço e, mais uma vez, obrigado pela visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s