images

Fiquei hospedado no Hotel Nikko, em Curitiba, entre os dias 1º e 6 de Outubro. Fui pra lá para participar de um congresso de Literatura Portuguesa que, como todo congresso “da área” anda numa decadência de dar dó… Tudo bem. Voltei a Curitiba quase vinte anos depois da última vez. Surpreendi-me. Reencontrei-me com Rogério Miranda de Almeida, amigo de décadas, monge beneditino que leciona na capital paranaense. Só por este reencontro a viagem teria valido a pena. Revi Cida e Ângela, conheci Jonas e fui cumprimentado por Jorge, com a agradável surpresa de saber que tenho um fã. Tudo muito bom, tudo muito bem. A nota dissonante, infelizmente, veio no último dia, depois da saída de Curitiba, depois da chegada em casa. Descobri que havia deixado um pequeno invólucro plástico com escova de dentes, dentifrício, aparelho de barba e creme de barbear no hotel. Telefonei. Just in case. Não se trata de objeto de griffe, ou peça de museu, nem valor afetivo tinha. A praticidade foi o único critério da decisão de telefonar para saber se seria possível o envio, com despesas pagas por mim, evidentemente. Que coisa. Eu podoa ter cedido à minha intuição cética. Como eu previa, disseram que não havia registro de “achados e perdidos” e que iam averiguar com a “governança” do hotel e que entrariam em contato de novo. Uma semana se passou… Estou certo de que jamais vão telefonar… É pena… Um hotel simpático, com localização interessante e prática (em todos os sentidos), preço razoável (fiz a reserva pelo Booking, que costuma ser mais barato que os agentes de viagem, mesmo os amigos). Por isso este registro de hoje. Ele se refere a uma palavra mal utilizada em Língua Portuguesa: mediocridade. Por isso o título da postagem. Já falei desta palavra aqui. Isso eu chamo uma atitude “medíocre”, no sentido mais popularizado da palavra, o sentido hodierno e coloquial, corrente. No dicionário, os verbetes voejam em torno do mesmo sentido pejorativo, No entanto, ou eu muito me engano e tenha já perdido a razão, ou a etimologia ensina que é possível pensar este termo no sentido de média, aquilo que não escapa da média, usual, comum, corriqueiro, em nada comparado ao “genial”, ao “original”. Não vou entrar no mérito desta questão. Fico só com a provocação… Fico com a conclusão lógica: a atitude dos responsáveis (no hotel) pela verificação de meu esquecimento foi medíocre, no sentido mais pejorativo do mundo. Isso é ruim. Isso é triste, porque percebo que, neste sentido, a humanidade tem caminhado por caminhos obscuros e inexpressivos nos dias que correm. Tudo parece medíocre (de ovo, o mesmo e repetitivo sentido pejorativo). Li, outro dia, numa mensagem recebida, que é preciso “vibrar” numa sintonia positiva, deixando de lado o que incomoda, o que gera raiva ou descontentamento, reconhecendo que o sentido de passagem e de vulnerabilidade é o que caracteriza a existência humana na face do planeta. Tudo passa. Tudo muda. Pode ser que haja um absoluto harmônico em que esse tipo de dúvida seja sequer reconhecido… Mas hoje, agora, não cedo ao impulso de dizer: infelizmente, a mediocridade (pela terceira vez, no sentido pejorativo) pontua, pontifica, marca, orienta, se destaca… Infelizmente…

download

2 comentários em “De novo

  1. Bem, ou muito me engano ou um dos significados para “medíocre” é exatamente “na média”, em nada acima dela. Ou seja, comum, trivial, em absoluto especial ou que se destaque. Esse tipo de atitude vem se tornando corriqueira em todos os planetas que orbitam dentro da terra brasilis, com algumas pouquíssimas e honrosíssimas exceções. O resto apenas é (sentido = existir) e pronto, mais nada. A gente é que ainda tem a ingenuidade de acreditar que algo possa fazer a diferença. O jeito é comprar um novo kit de higiene e deixar tudo bagunçado mas à vista nos inúmeros hotéis onde você se hospeda, porque, a esta altura, a memória trai mesmo. Beijinho. Angel Face

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s