Três vezes “towanda”!

th

Depois e discar os cinco dígitos você é atendido por uma gravação, depois outra, outra e mais outra. Depois desse suplício, uma voz “humana” atende e “finaliza” a assinatura de um pacote de televisão para a sua casa. Todos os seus dados são gravados e você recebe um SMS confirmando tudo. Pouco tempo depois – geralmente, depois da assinatura é comum que a instalação ocorra (até) rapidamente – o técnico instala tudo, dá aquela “aula” sobre o óbvio – bem, para muitos, há que dar um desconto nessa obviedade… – e tudo começa a funcionar. Passa-se o tempo. Você decide cancelar a assinatura. Não interessa a ninguém mais o motivo. Você decide e pronto. Disca os mesmos cinco dígitos do início da história. A mesma ladainha gravada. Você disca o seu cpf e uma voz (pasme!) humana atende. Ao dizer o que quer a tal voz humana pede seu cpf. Não adianta dizer que já foi digitado o tal número. Ela insiste. Você dá o número. Daí ela pergunta o que é que você deseja. Você responde: cancelar minha assinatura. Aí ela interfere: por ser um assinante “fiel”, a empresa disponibiliza um pacote especial que inclui canais de filmes, de esportes, de variedades que superam “em muito” o seu próprio pacote. Você agradece e nega. Insiste que quer cancelar. Aí ela pergunta se pode saber o motivo. Você diz que é porque você está com vontade de cancelar, que está de saco cheio, que não quer mais. Não adiante. A voz humana insiste em oferecer outro pacote. Você repete o que já foi dito, no mínimo, três vezes, que quer o cancelamento. Ela, a voz humana, pergunta de novo se pode saber o motivo. Daí você diz que é porque vai se mudar. A voz – pelo tom, dá pra perceber que ela sorri, vitoriosa, pois você abriu flanco para uma tentativa de reverter o seu desejo – retruca que você pode requerer a transferência do ponto, “sem custo adicional!”. Você diz que não e insiste no cancelamento. A voz começa a retrucar com mais uma oferta e você corta. Olha só, quero cancelar porque vou me mudar para a Patagônia. Vocês têm condições de transferir minha assinatura para a Patagônia? Não, diz, estupefata, a voz. Então, você retoma, eu quero cancelar porque vou me mudar para a patagônia. Desse modo, ela parece, entre um muxoxo e outro, proceder ao cancelamento. Pede para esperar um pouco pois está abrindo o cadastro. Pede, uma outra vez, o número do seu cpf. Você dá. Pede pra você confirmar os demais dados. Você confirma. Então, ela volta a solicitar que você aguarde pois ela “vai estar lançando” o seu pedido. Passa um tempo e ela retorna, perguntando se você desejar agendar a visita do técnico para recolher o equipamento. Você concorda e confirma, uma vez mais, os seus dados. Daí, em tom de ameaça, ela avisa que há de haver um maior de idade presente quando da visita, que deve portar carteira de identidade, caso contrário, você vai pagar uma multa e pode até responder legalmente por conta da obrigatoriedade de reposição do equipamento. Você concorda e agenda a visita. Confirma o agendamento. Confirma o endereço eletrônico para o envio do protocolo. Confirma o número do celular para eventuais contatos. Pronto. Você dá um suspiro fundo e, até prova em contrário, aliviado, começa a aguardar a visita do técnico. Você recene a prometida mensagem. No dia seguinte, ligam pra você, da empresa operadora de tv por assinatura, perguntando se você já agendou a visita para recolhimento do equipamento. Você confirma o agendamento. A voz “humana” agradece e desliga. Mais dois dias e por quatro ou cinco vexes, neste período, você tonar a receber o mesmo telefonema, com o mesmo questionamento. Você vai confirmando, um a um. Falta ainda uma semana para a tal visita. Então, você começa a receber mensagens eletrônicas cobrando o agendamento e ameaçando você, caso não o faça. Você liga para a empresa e a voz “humana” diz que é pra desconsiderar, caso o agendamento já tenha sido feito. Na véspera da visita, mais uma mensagem e mais um telefonema. No dia agendado, a visita a acontece e o equipamento é devolvido. Dois dias depois, você recebe um telefonema cobrando o agendamento para recolhim… você desliga.

th (2)

Enquanto escrevia isto, pensei em três ou quatro mulheres: Kathy Bates (sobretudo esta!), Mary Stuart Masterson, Mary-Louise Parker e Jessica Tandy. Para bom entendedor, um pingo é letra…

th (1)

Anúncios

4 comentários sobre “Três vezes “towanda”!

  1. Você foi se lembrar do “towanda” dos Tomates Verdes Fritos!… kkkkkkkkkkk… É irritante para você todo este transtorno, mas para quem lê é muito engraçado. By the way, qual o motivo de seu cancelamento? Por favor, não me jogue pedras, nem desligue na minha cara. kkkkkkkkkkkkkkk… de novo! Beijinho.

  2. Parabéns ! Você descreveu , fielmente, o que ocorre quando , por estarmos ” de saco cheio”, resolvemos cancelar nossa assinatura , seja lá com qual operadora . É uma verdadeira tortura e tentam fazer lavagem cerebral para que permaneçamos pagando por um serviço ineficaz. Já passei por isso , mas venci.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s