Síndrome de Macunaíma

th

“O que comigo se passou hoje foi uma experiência extra sensória? Sair do próprio corpo ainda que sem poder vê-lo de fora? Um sono incontrolável, daqueles de fazer pender a cabeça. Uma lassidão dormente e pesada segurando todo o corpo depois de acordada. Terá sido isso?” (Autor desconhecido)

******

O dicionário é que diz: “compaixão: substantivo feminino, sentimento piedoso de simpatia para com a tragédia pessoal de outrem, acompanhado do desejo de minorá-la; participação espiritual na infelicidade alheia que suscita um impulso altruísta de ternura para com o sofredor.” Sou eu quem pergunta: é isso o que devemos, de agora em diante, sentir por um pedófilo? É fato (até prova em contrário) que pedofilia é um distúrbio – em certa medida, sinônimo de doença – mas nem por isso. E vamos combinar… substituir “pedófilo” por pessoa atraída por menor é uma coisa que nem merece comentário de tão estúpida e tendenciosa. Ai que raiva… Ai que preguiça…

E chega… é sexta-feira!

th (3)

Anúncios

Um comentário sobre “Síndrome de Macunaíma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s