Grito de alerta

Não posso garantir a veracidade das afirmações abaixo. Não posso garantir que o autor seja mesmo o que assina. Não posso garantir nada. Mas posso concordar com o sentimento que o texto expressa e por isso, só por isso, resolvi fazer dele a minha postagem de hoje. Se é possível dizer alguma coisa, eu digo: é revoltante… Ah… em tempo, a reprodução encontra-se no seguinte endereço: https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/10746/o-desespero-para-ser-medico-fora-do-brasil

th (1)

O desespero para ser médico fora do Brasil

Eu tenho cada vez menos condição psicológica de ser médico no Brasil, eu estou perdendo a minha consideração e a minha caridade pelo brasileiro, tanto pelos pacientes como pelos médicos dessa espelunca, desse inferno, dessa mistura de jogo de futebol, Carnaval e prostíbulo que se tornou o país…

Meu respeito pela vida vem diminuindo… Eu rezo, procuro filosofias e religiões, leio sobre outros assuntos e não adianta…

Eu não consigo mais sentir só “pena” da coitada e de todas as coitadas que morreram nas mãos de marginais como “Dum Dum” ou “Bam Bam” ou “Dr. Los Angeles Rocks”… (seja lá como se chamam estes picaretas); eu já sinto também REVOLTA porque não acredito que elas tenha sido “enganadas” e nem que algum brasileiro possa ser “enganado” em alguma coisa do seu verdadeiro interesse.

Eu sinto, Deus que me perdoe, asco de pacientes que DESPREZAM os médicos que estudaram, que se sacrificaram, que fizeram Residência, que aos 18 anos prestaram um vestibular dificílimo, que nos seus melhores anos estavam na frente de cadáveres…

Me dá vontade de vomitar vendo essa gente mostrando uma bunda, um peito mais bonito e dizendo que fez por um “preço especial” com um “médico conhecido indicado por uma amiga”… Como se um ser humano fosse um porco, uma vaca, um pedaço de bife que se compra em açougue…

Eu tenho NOJO desse povo corrupto que espera com cara de vaca o matadouro petista que se aproxima na eleição de outubro, que já entra no consultório perguntando pelo direito da “reconsulta”, que não acredita no diagnóstico dos médicos porque no Google está diferente… Que pensa numa coxa, num seio, numa bunda linda para se vestir como uma PUTA cantando barbaridades em clipes de funk feitos nas favelas do Rio de Janeiro…

Eu tenho náuseas quando encontro uma mulher que se deixa operar por vigaristas com corpo de surfista bronzeado e óculos espelhados… que pensa que ele vai transar com ela ao invés de operá-la…

Eu tenho desprezo, além destes pacientes, pelos meus colegas covardes e corruptos que viram os Vagabundos Petistas destruindo a profissão e se calaram, e se esconderam e fizeram que “não era com eles para não perderem o emprego”…

Eu sinto ânsia de vômito ao vê-los se abaixando para cães e cadelas petistas que se disfarçam de “médicos”, “enfermeiras”, “psicólogas”, e “assistentes sociais” que os humilham, que fazem da vida dos verdadeiros profissionais da saúde um pesadelo impondo a covardia no conceito comunista de “trabalho em grupo”…

Que Deus me perdoe pelas barbaridades que escrevi acima, que Deus possa dar descanso àqueles que morreram nas mãos de todos os bandidos que infestam a área da Saúde no Brasil e paz e conforto às suas famílias… e que Deus, se puder se lembrar de mim, me ajude acima de tudo a sair daqui e NUNCA MAIS voltar a exercer a Medicina no Brasil!

Milton Pires

Médico cardiologista em Porto Alegre

th

 

Anúncios

3 comentários sobre “Grito de alerta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s