Outro poema

Cento e dez metros. São cento e dez metros percorridos quarenta vezes. Quarenta vezes divididas em duas séries de vinte, cada uma num sentido. Cento e dez metros. A quem isso importa? Nem Carlos, nem João, Luis ou Fernando. Não. Nenhum deles. Algum deles fosse, talvez, a ideia seria notada e comentada e celebrada. E […]

Um poema

Hoje, minha preguiça se supera. Por isso, vai só um poema: Não mais a porta 501. Não mais aquela porta. Não mais porta os sonhos que por ali entraram, as decepções que dali saíram. Afetos partilhados entre desconfianças e mágoas, assentadas no encanamento entupido, nos azulejos estufados. Na corrosão dos cantos dos rodapés.   Não […]

Incentivos poéticos

riscos coloridos cortam o céu: fevereiro   Isto é uma aldravia. Aldravia é esta forma poética constituída de seis versos univocabulares (adoro esta expressão) que constroem um poema metonímico que faz com que o leitor “monte” o sentido do poema a partir do estímulo de cada verso/palavra, um exercício criativo que quase absolutamente desdenha a […]

Surpresas virtuais

Judy Garland foi encontrada morta em seu apartamento londrino, vítima de overdose. Ela já era uma estrela do cinema e da música. Sua morte causou comoção. Ayrton Senna, depois de um acidente durante uma corrida veio a falecer. Histeria coletiva no Brasil. Um jogador de futebol cumpre pena por ter participado do assassinado de uma […]