Tag: Costume

  • Releitura

    Acabei de reler pela terceira ou quarta vez, já perdi a conta, um romance monumental: Os Maias, do Eça de Queiroz. Ou será Queirós? Queiróz? Talvez Queirós? Vai saber. Já estou definitivamente afastado dessas firulas ditas acadêmicas. Isso não tem a menor importância aqui. O que vale mesmo é o “peso” do livro, inclusive, em sentido […]

  • Retomada

    Esta é a primeira postagem de 2023. Como faço todos os anos, troco a aparência do blogue. Penso que já fiz isso no meio do ano, uma ou duas vezes. Não me lembro. Este ano vou tentar fazê-lo. De qualquer maneira, continuo, entre trancos e barrancos, escrevendo aqui desde 6 de outubro de 2009, quando […]

  • Adaptação

    Traduzi o poema abaixo de uma língua estrangeira. Adaptei seu conteúdo, com menos explicitude, para não correr riscos. É preciso enxergar, para além de ver… “É proibido mostrar imagens. pendurar a bandeira do Brasil em qualquer fachada. utilizar fatos históricos em documentários. falar que ele defende a legalização do aborto. afirmar que ele é a […]

  • Passado

    As margens plácidas do Ipiranga ouviram o brado retumbante de um povo heroico, e o sol da liberdade, em raios fúlgidos, brilhou no céu da pátria nesse instante. Se conseguimos conquistar com braço forte o penhor dessa igualdade, o nosso peito desafia a própria morte em seu seio, ó liberdade. O nosso peito desafia a […]

  • A propósito de cartas

    Recebi de uma amiga que não indicou a autoria. Tomei a liberdade de fazer algumas correções e modificações, em prol da clareza. Claro está que nem tudo mundo vai gostar… Não posso fazer nada! Há 52 anos, Dilma Rousseff, em 1968, com Pimentel (ex governador de Minas Gerais), e outro terrorista, invadiram a invernada do […]

  • Tradução

    Uma amiga muito querida, irmã de outra amiga tão querida quanto, vive nos Estados Unidos e, de quando em vez, manda umas mensagens mais que interessantes e hilárias. Desta feita, mandou-me uma série de conselhos. ambos estamos no clube dos “enta”. Fiz uma tradução livre dos “conselhos” (bem livre, em alguns casos!) e, em seguida, […]

  • Contos de terror

    É costume dizer que a vida imita a arte. Ou, por outra, que a ficção é germinada na realidade. Uma e outra assertiva comporta discussão. Minha preguiça me nega a energia para fazê-la aqui e agora. O que me traz aqui hoje é a vontade partilhar o incômodo que senti ao ler as linhas que […]

  • Acaso

    Acabei de ver um filme interessantíssimo. Seu nome? Berlim, eu te amo (2021, dirigido por Dianna Agron, Massy Tadjedin e Stephanie Martin). No Amazon Prime. A classificação é romance/drama. Não sei se cabe. Também não sei até que ponto essas classificações são, realmente, eficazes. Tenho sérias dúvidas. Tudo muito subjetivo. O que mais me assustou no filme […]

  • Lição

    A eletricidade tomava conta de cada segundo dos dias naquela semana. As provas finais das eliminatórias que definiriam o time olímpico iam acontecer. A piscina estava pronta. Os cronômetros e toda a aparelhagem, em perfeito estado. Os juízes, observadores, jornalistas e pessoal de apoio, devidamente treinados e a postos. Seria praticamente uma celebração. Os melhores […]

  • Sarcasmo

    Uma vez mais, o texto que segue não é de minha autoria: por isto, as indefectíveis aspas! Como da outra vez, sei quem é o autor, mas prefiro não mencionar seu nome para não ensejar celeumas. Não quero meu nome em bocas de matildes e de detratores disso ou daquilo. Não me quero associado a […]