Replicantes

Estava pensando em escrever outra parábola sobre certas situações que me são impostas pelas circunstâncias… Ainda não desisti, mas no meio do caminho tinha uma postagem… tinha uma postagem no meio do caminho. Uma postagem de Facebook. Então… Este senhor e a Dona Wikipedia são muito úteis instrumentalmente, nada de vertical… horizontalidade pura, absoluta, radical […]

De novo

Fiquei hospedado no Hotel Nikko, em Curitiba, entre os dias 1º e 6 de Outubro. Fui pra lá para participar de um congresso de Literatura Portuguesa que, como todo congresso “da área” anda numa decadência de dar dó… Tudo bem. Voltei a Curitiba quase vinte anos depois da última vez. Surpreendi-me. Reencontrei-me com Rogério Miranda […]

Vida inteligente

O charco de tédio e sensaboria continua… a existir e resistir, incólume à minha volta. Lama, lama mesmo, já não há. Só o pó que a tudo cobre e a tudo embaça como a secura ventosa deste agosto que não passa… Neste paradeiro, deparo-me com uma página aberta a esmo no mundo virtual, que me […]

Perdas e ganhos

No dia 29 de Junho, quase um ano depois de aberto o processo, depois de ter passado pelo constrangimento infligido por um quarteto nada amistoso e muito apegado às aparências, à falsa celebridade, à famigerada glória e ao absolutamente inexistente “poder”, fui arguido por outro quarteto, este sim, sensato e ordeiro, e acabei por ser […]