Um poema, duas leituras

Carlo Drummond de Andrade escreveu um poema que, desde a primeira vez que o li – já não me lembro quando foi – causou-me impressão. Falei sobre ele inúmeras vezes quando das aulas de Literatura Brasileira e de Literatura Comparada. Sempre gostei dele. É um poema que não me faz chorar, como “Confissão de itabirano” […]

Pensando…

O texto reproduz toda a nossa e nossos políticos contemporâneos! LEIA por favor.Finalmente um pouco de lucidez na esquerda. De onde surgiu o Bolsonaro? (por Gustavo Bertoche – Dr. em Filosofia ) Desculpem os amigos, mas não é de um “machismo”, de uma “homofobia” ou de um “racismo” do brasileiro. A imensa maioria dos eleitores […]

Palavra fazendo arte

      São três livros em seguida. Uma trilogia da qual me dei conta somente na leitura do segundo livro. Os três apresentam uma voz narrativa única: um sujeito de idade, de origem judaica, em estado de emergência, pra não dizer terminal. Um senhor cuja mãe se matou e, por isso, deixou cicatrizes fundas […]

Pequeno diálogo instigante

A: Na graduação, aluna da Prof. Dra. Eunice Gai, numa disciplina que enfocava o romance português do século XX – acho que até os anos 70, entre tantas obras a serem lidas, deparei-me como Aparição, de Vergílio Ferreira. Sofri, penei a leitura. Neorrealismo português, questões agrárias pontuavam a análise, mas a crítica consagrou-o como um […]

Da chatice

Um: a mãe. Ela aparece como uma cadeirante que desconfia do filho. Bisbilhoteira e “sensitiva”, acaba por desvendar certos passos do “mistério”, mas sem interferir diretamente e definitivamente sobre ele. Como em outras oportunidades, é um tanto conivente. Neste caso, em particular, não se envolve na trama, nem se faz de companheira como em outras […]

Impressões

Há algo de inverossímil nas nuvens. As nuvens, por elas mesmas, não se movem. São movidas pelo vento. Suas formas mudam, melhor dizendo, elas formam imagens mutantes, constantemente mutantes, sem uma explicação mais plausível que a da força do vento. Punto i basta. Na inexplicabilidade da metamorfose das nuvens, poeticamente falando, encontra-se certa logica interna, […]

Para o estudo da Literatura Brasileira – Final

O trabalho que desenvolvo aqui é, em certa medida, a tentativa de dar continuidade a um propósito estabelecido na dissertação de mestrado, que vai se estender por um tempo imprevisível. O caráter comparatista ganha consistência principalmente por dois elementos: a comparação realizada entre os romances e o conjunto de considerações crítico-historiográficas e a tentativa de […]