Tag: Crítica

  • Era uma vez…

    Era uma vez um lugar. Era uma vez um lugar em que a população vivia dentro de padrões mínimos de convivência civilizada com a adequada “qualidade de vida”.. Era uma vez um lugar em que as pessoas podiam ir e vir a qualquer hora com segurança, podiam consumir e produzir em equilíbrio capitalista ideal e […]

  • Obscuridade

    Alguma coisa anda acontecendo, já a algum tempo… Claro está que, como tudo mais, em alguns momentos a atenção se presta com mais veemência e, da mesma forma, a estupefação segue pelo mesmo caminho… Ontem fiquei nesse estado de torpor, sem saber identificar exatamente o que é que se passa. Não soube reagir… Ainda não […]

  • Decepção–segunda parte

    Segue a segunda parte do texto que comecei a publicar ontem… Bom final de semana para quem ler! Momento 2 António Nobre escreve a Alberto d’Oliveira, em 24 de Outubro de 1890. Ele está a caminho de Paris a bordo do navio Britannia. Vale lembrar que o estado de espírito de Nobre não era dos […]

  • Decepção

    Era 25 de Março. Não a famigerada rua da cidade de São Paulo. A equivalente da “Saara” carioca… Não. Era a data mesmo um mês antes do dia de comemoração da Revolução dos cravos. Era 25 de Março, em Lisboa, nas instalações da Fundação Calouste Gulbenkian (lindas!). Tudo parecia correr bem. Eu tinha escrito o […]

  • Amizade e talento

    Uma amiga muito querida, Andreia, pediu-me um texto. Ela vai fazer uma exposição (mais uma!) com seus últimos trabalhos de “intervenção”. Peças de roupa usadas por pessoas conhecidas dela, por ela, são matéria prima para ela criar objetos, no mínimo, inusitados. Ela escreve contos e crônicas. Tem um romance inédito que pode abalar certas estruturas. […]

  • Ler

    São quinze capítulos, incluindo Prólogo e Epílogo. Alguma similaridade com o caminho que leva ao Gólgota, não terá sido mera coincidência? Ou terá sido. diga quem ler o romance e quiser sobre ele comentar alguma coisa. Trata-se de A cura, do Pedro Eiras. O autor é professor na/da Universidade de Porto, se não me falha […]

  • Cinco nove

    O retorno. Acabou. Acabou ontem. Uns dizem que  é trinta dias antes. Outros, trinta dias depois. Pelo sim, pelo não… Na dúvida, pro reu: antes e depois. Por isso acabou ontem. Ontem, 23 de Julho de 2015. Cinquenta e nove anos depois, por volta das 17 horas e 30 minutos. Ou seria melhor dezessete horas […]

  • Atenção

    Ia escrever uma postagem com mais um monte de comentários pretensamente corrosivos para “eufemizar” reclamações, mas vi o vídeo abaixo e resolvi compartilhar. É para compartilhar, pensar e agir. https://youtu.be/98Tc-EoSa70 Tomara que gostem!      

  • De novo

    Vamos fazer uma pequena lista do que supostamente se apresenta como novidade produzida pela “vênus platinada” das telecomunicações na terra brasilis. Vênus um tanto balzaquena, diga-e… 1. O milionário em casamento falido, mulherengo e pai de uma adolescente mimada, perturbada e sem senso de nada… 2. A ninfeta virgem e simples, do interior, vinda de […]

  • Non sense

    Claro que está, que vai ficar arquivada a possibilidade de eu me prestar a descrever o que significa a expressão que dá título a esta postagem. Por conta disso, quem estiver lendo, pode usar o qualificativo que lhe aprouver para me achincalhar ou para designar o que lhe vai no pensamento acerca deste meu desplante. […]