Tag: Delírio

  • Poema

    Delírio Entre as rotundas colinas e seus picos túrgidos antever o vale hexamétrico amplo e ondulado a caminho do pecado, sem rima e a haste intumescida erguida, entre num vasto plano de veludo acastanhado sobre colunas de alabastro, torneadas e amplas e os pés. Ai, meu Deus, os pés! O quê? Não, não é o […]

  • Delírio(?)

    O céu vai continuar azul, é o que se espera. O mato vai continuar crescendo pela superfície do planeta, é o que se espera. Também se espera que o sol continue nascendo e que saúde e doença vão continuar fazendo as vezes no pêndulo da existência humana. Como é que é possível alguém dizer que […]

  • Desconexo

    De que o preço do combustível está caro, ninguém dúvida. O eu não se explica é como a galinha bebe tanta água e não faz xixi. Alguém já viu galinha fazendo xixi. Esse é o tipo de dúvida que, dizem alguns, estava por detrás das ideias de Clarice Lispector: quem veio primeiro, a galinha ou […]

  • Delírio: um romance

    “Então fica assim. Fica assim como não havia ficado antes ou sempre tinha ficado. Mas como assim, fica assim? Ih… uma rima, paupérrima, mas rima. Isso poderia até ser o começo de um poema. Não há rima? Então… Se tem rima é poesia. Não é assim que “o povo” pensa? E não venha me dizer […]