Tag: Domingo

  • Poema entediado

    Mais um domingo. Mais um cachimbo. Mais um touro… com ou sem valentia. O buraco mais fundo. Mais gente/menos gente: é a vida. E o mundo não acaba. Ou acabou e ninguém ainda se de conta. Vai saber! A partir de hoje até Novembro, sem horário de verão.   As armas e os barões assinalados: […]

  • Poema azedo

    Hoje foi domingo. Pediu cachimbo. O cachimbo era de ouro e bateu no touro. O touro era valente e bateu na gente. A gente, fraca, caiu no buraco. Buraco fundo. Acabou o mundo. Nostradamus estava certo? O verbo no passado e a pergunta sem resposta. Vi ser sempre assim. Sempre… desde quando? O sujeito abre […]

  • Domingo

    Está a terminar mais um dia bobo. Domingo é o dia mais bobo da semana. Isso não quer dizer que seja o pior ou o melhor dia. Não. É apenas, para mim (e minha chatice) o dia mais bobo. Não gosto de domingos. Fico olhando para minha mãe, como controle remoto da televisão na mão… […]

  • Diário coimbrão 28

    Subtítulo: tertúlias dominicais Mais uma semana… Mais um domingo… sem pé de cachimbo… Os eflúvios do álcool passam, lentamente, sem deixar rastros… A torporformização da melancolia de mais um dia cinzento e molhado vai tomando conta do ambiente que ainda insiste em se alimentar das risadas, das palavras, dos pensamentos e do afeto partilhado entre […]

  • Domingo, para mim, é o dia mais bobo da semana. Não vejo graça nenhuma, mas há quem veja. Que bom que é assim, diverso o universo das opiniões… Na pasmaceira deste quase fim de domingo, copio e colo um texto escrito por minha mais que querida Elaine Santos, lá de Restinga Seca: “São 5h, ainda […]

  • Domingo no parque

    A Feira da ladra, em Lisboa; le marhé aux puces, em Paris; a Feira de Acari, no Rio de Janeiro… Em cada parte do mundo tem um nome. Em Zagreb, tem uma assim também, mas não tem nome – pelo menos, que eu saiba. A gente a conhece como a feira dos ciganos! Ela acontece […]