Ooops!

“Um homem. Um homem. Sozinho. Um homem. Sozinho na casa. Um homem. Sozinho na casa. No meio do nada. Um, Sozinho na casa no meio do nada, Escrevendo. A sequência poderia continuar. Indefinidamente. A pontuação teria, obrigatoriamente, que ir sendo modificada. Ela pode dar consistência ao pensamento que se espraia nos intervalos e espaços vazios […]

Relatório de viagem 3

  Quinze dias. Onze e meia da manhã, aqui. Seriam quinze e trinta lá, na terra de Camões, poeta que supostamente está enterrado nos Jerônimos, nome de um convento monumental, construído às margens do Tejo. Hoje, este distancia um tanto dele por conta dos aterros sucessivos. Jamais soube que a Torre de Belém foi construída, […]

Relatório de viagem 2

Passagem comprada, reserva de hotel confirmada, passaporte separado. O essencial está pronto para a partida. Agora é enfrentar o trânsito, encontrar vaga no estacionamento e aguentar as caras e bocas daqueles que “se acham” porque estão na fila para embarque num voo internacional. Parece coisa de cinema de quinta… Uma mixórdia de tipos que se […]

Relatório de viagem 1

Da primeira vez, comprei lá mesmo um caderno preto para anotar impressões dicas, descobertas e lembretes. Nada muito formal, nem preocupado com o que fazer depois… O volume, que ainda conta com algumas páginas em branco, continua numa prateleira, recolhendo poeira. De vez em quando, passo os olhos sobre aquelas páginas em que encontro a […]

Semelhanças

Numa das muitas sequências narrativas de Os maias, o narrador de Eça de Queirós aproxima Maria Eduarda e Calos da Maia. A sutileza ferina do autor envolve as duas personagens em eflúvios românticos para, num golpe fatal, “cortar o barato” do casal com a revelação de que são irmãos. Isto não se dá logo no […]

Impressões para romance

Sou pretensioso. Quero escrever um romance. Quem sabe um dia. Enquanto isso, como agora, registro passagens. Escrevo trechos. Penso migalhas para, quem sabe um dia, vir a transformar tudo isso em “matéria narrativa”, ainda que, ao fim e ao cabo, a gente jamais seja capaz de dizer e-xa-ta-men-te o vem a ser isso, mesmo com […]