Surpresa

Quase um mês sem escrever uma única linha. Umazinha sequer… Sem comentários. Para minha surpresa, deparo-me com o cartaz abaixo, publicado numa foto colocada em página de Facebook pertencente a uma ex-aluna e colega dos meus anos gaúchos de universidade “pública, gratuita e de qualidade”. A Maria Eulália. A foto me fez pensar… O texto […]

Cópia

Na onda de preguiça, cinismo (filosófico), ceticismo e mais umas quantas “qualidades” em que ando metido, resolvi reproduzir literalmente (Selecionar, copiar, colar) o texto que recebi de uma prima. Humor sofisticado, do tipo que não se encontra na televisão, nem em stand up‘s… Divirtam-se! Psicanálise  Luis Fernando Verissimo na Terapia … O melhor da Terapia […]

Ano Novo

Na renovação de tudo, como se costuma acreditar quando se passa do dia 1º de Dezembro de um ano para o dia 1º de Janeiro do ano seguinte, tentei modificar a aparência do blogue. Em vão… Ficou assim, em branco… simples. Com uma caixinha preta dizendo “Mostrar”. Espero que seja mesmo esta a ser acessada […]

Diário coimbrão 22

Subtítulo: intervalo Nada como ler um texto engraçado e “edificante”, no melhor dos sentidos… Senti-me realizado. Recebi o texto que segue de um amigo, por e-mail e não resisti à tentação. Coloco aqui, pra tentar quebrar uma nova diretiva inconsciente e subliminar: escrever somente aos domingos.  Amanhã escrevo, claro, como e costume. Sobra mais um […]

Fábula triste

Será que os doutos teóricos das/nas “universidades” (?) brasileiras ainda não conseguiram conceituar “fábula triste”? Será por quê? Será que poderia existir uma “fábula trágica”? Vamos perguntar aos “universitários” (do Sílvio Santos). Quem sabe eles sabem… Pois é. Há que fazer um pouco de graça, dado que as nuvens carregadas não querem saber de deixar […]