Fora da agenda

Já não aguento mais ouvir jornalista falando “fora da agenda”. É a mesma sensação incômoda quando ouço/leio “libera aí”, “mulheres empoderadas”, “protocolizar” e os enjoadíssimos gerúndios mal construídos/empregados. Estou ficando a cada dia mais chato. Deve ser do tempo… No caso da tal “agenda” há um componentes, digamos, ideológico, para não dizer político, que envolve […]