Para “Tópicos de crítica” II

A postagem de hoje tenta unir o útil ao agradável. Claro está que os dois textos de Freud – “Escritores criativos e devaneios”  e “Recordar, repetir, elaborar” são o pano de fundo, sobretudo o segundo. Acima de tudo o segundo! Do outro lado, está o romance de José Luiz Passos que vocês já leram, estão […]

Para “Tópicos de crítica” I

Boa tarde! Como combinado em nosso encontro de ontem à noite, abaixo vocês têm a primeira postagem referente às quatro aulas que a mim couberam na reditribuição dos encargos da Cilza, afastada para tratmento médico e pós-doc. Como eu disse, hoje a postagem se refere aos textos de Freud, indicados previamente para leitura, sobre os […]

Missão

  Na maré de desânimo e falta de incentivo em que me sinto imerso, o texto que segue me faz respirar e acreditar que alguma coisa faz sentido. Digo isso porque se afirmasse que sou obrigado a fazer determinadas coisas estaria dizendo apenas parte da verdade. Ainda há espaço, na minha cabela pelo menos, para […]

Cartas

Faz (já!) mais de um ano, conclui um segundo estágio de pós-doutoramento em Coimbra. Foram seis meses recheados de coisas/momentos inesperadas, revisitações, lembranças e experiências. Tudo muito instigante e absolutamente gratificante, com o devido pedido de perdão pela involuntária rima pobre… Seis meses inesquecíveis. Já de volta aos trópicos, fiquei sabendo do lançamento de mais […]

Poema insólito

E o mimimi  naquele lugar, aquele em que as pessoas se dizem “de respeito”, continua. Eu fico com vontade de escrever, mas titubeio porque pode ser que não consiga. Há de haver alguém que goste e alguém que não, dizendo, num e noutro caso, que não sei dizer o que digo, que não sei escrever. E a […]