Passado

Na minha proverbial e incorrigível vibe de preguiça (ai como eu abomino essa gíria…) resolvi colocar aqui um texto que escrevi nos anos 90 do século passado. Nossa! Parece uma coisa tão antiga… Nem verificar nos arquivos do blogue pra ver se já tinha sido postado eu verifiquei. Então aí vai, para aproveitar eu falei […]

LET 973 – 4

Mais uma vez, mais um poema. Desta feita, as perguntas são: 1. Trata-se de um poema narrativo? Por quê? 2. Caso a resposta da primeira pergunta tenha sido positiva, o quê, no poema, sustenta esta afirmativa? Cite verso(s) do poema para exemplificar sua argumentação. 3. O que se pode dizer do “narrador” – ainda que […]